Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Branding e Design de Moda
  4. Branding de Moda

Branding de Moda

Código 12649
Ano 1
Semestre S1
Créditos ECTS 7
Carga Horária T(30H)/TP(45H)
Área Científica Branding, Marketing e Comunicação
Tipo de ensino Presencial Teórico/Teórico-Prático
Estágios Não se aplica.
Objectivos de Aprendizagem Os estudantes devem com os conteúdos reconhecer os conceitos de Branding, Moda e a integração de ambos os conceitos em um prática efetiva da indústria como um todo: Branding de Moda. Saber avaliar uma empresa e diagnosticar seus pontos fortes e fracos, oportunidades e ameaças para construir um diagnóstico do conceito empresarial de marca de moda. Construir interlocução entre stakeholders, opnion makers e consumidores das empresas com objetivo de interpretar melhor as expectativas e as competências da marcas para incluí-las no seu DNA (visão interna), Propósito (visão transitória) e Posicionamento (visão externa). Integrar as teorias, técnicas, ferramentas e métodos de Marketing, Propaganda e Design na construção e gestão de marcas.
Conteúdos programáticos Branding: Gestão, Comunicação e Forma; Definição de moda no contexto de branding; Definição de branding no contexto da moda; História das marcas; Marca emocional de moda; A sociedade do hiperconsumo; Diagnóstico Empresarial – Análise SWOT; “DNA de marca”: construção, apresentação e aplicações; Propósito de marca: validação do DNA pelos consumidores; Posicionamento de marca: Arquétipos, Público Alvo (personas); Análise da concorrência; Ferramentas para construção de nome de marca (naming); Brand Book: funções, objetivos e apresentação.
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação Em conformidade com o definido entre docente e estudantes.
Bibliografia principal 1. Bibliografia Principal Tungate, Mark. Fashion Brands: Branding Style from Armani to Zara. 2nd edition, London: Kogan Page, 2008. LINDSTROM, Martin. Brand sense: A Marca Multissensorial. Porto Alegre: Bookman, 2007. ATKIN, Douglas. O Culto das Marcas: Quando os consumidores se tornam verdadeiros crentes. Lisboa: Tinta da China, 2008. 2. Bibliografia Complementar DAWKINS, Richard. O Gene Egoísta. 3ª ed. Lisboa: Gradiva Publicações, 2003. GOBÉ, Marc. A emoção das marcas: conectando marcas às pessoas. Rio de Janeiro: Campus, 2002. LIPOVETSKY, Gilles. A Felicidade Paradoxal: Ensaio sobre a sociedade do hiperconsumo. Lisboa: Edições 70, 2007. ROBERTS, Kevin Lovemarks: o Futuro Além das Marcas. São Paulo: M. Books, 2005. SEMPRINI, Andrea. A Marca Pós-Moderna: poder e fragilidade da marca na sociedade contemporânea. São Paulo: Estação das Letras Editora, 2006.
Língua Português
Data da última atualização: 2020-03-23
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.