Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Estudos de Cultura
  4. Cultura, Arte e Poder

Cultura, Arte e Poder

Código 13012
Ano 1
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(45H)
Área Científica Cultura
Tipo de ensino Presencial.
Objectivos de Aprendizagem No final da unidade curricular, os estudantes devem ser capazes de:
1. Definir os vários conceitos estudados;
2. Caraterizar a cultura como um campo de conflitos e tensões permanentes quanto aos fins e quanto aos meios que ela envolve;
3. Reconhecer a centralidade das questões artísticas e culturais nas sociedades contemporâneas;
4. Avaliar a importância e os efeitos das várias políticas culturais em Portugal e noutros países.
Conteúdos programáticos Breve introdução aos conceitos de arte, cultura e poder. A reprodutibilidade técnica e as novas condições da arte e da cultura nas sociedades contemporâneas. A distinção entre cultura popular, alta cultura, cultura de massas, culturas marginais e contracultura; a natureza política de tais distinções. Os usos políticos da cultura: sujeição vs. emancipação; alienação vs. esclarecimento; dominação vs. reconhecimento; distinção vs. igualdade. Cultura e globalização: o centro e as periferias; homogeneização, miscigenação e resistência. As políticas de cultura: a tensão entre políticas públicas e mercado; as políticas dirigistas da cultura. Estudo de casos de políticas culturais em Portugal e noutros países.
Bibliografia principal Appadurai, A. (2004). As dimensões culturais da globalização. Lisboa: Teorema.
Benjamin, W. (1995). Magia e técnica, arte e política. S. Paulo: Editora Brasiliense.
Calabre, L. (Org.) (2015). Políticas culturais: olhares e contextos [recurso eletrônico]. Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa; São Paulo: Itaú Cultural.
Groys, B. (2008). Art power. Cambridge MA, London: The MIT Press.
Hall, S. (1997). The centrality of culture: notes on the cultural revolutions of our time. In:
K. Thompson (ed.), Media and cultural regulation (207-238). London: SAGE Publications.
Martins, M. L. (2011). Crise no castelo da cultura: das estrelas para os ecrãs. Coimbra: Grácio Editor.
Rubim, A. A. C. (2010). Cultura e políticas culturais. S. Paulo: Azougue.
Santos, M. L. L. & Pais, J. M. (Org.) (2010). Novos trilhos culturais: práticas e políticas. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais.
Storey, J. (2013). Cultural theory and popular culture: an introduction (6th ed.). London: Routledge.
Língua Português
Data da última atualização: 2017-03-08
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.