Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Sociologia: Exclusões e Políticas Sociais
  4. Educação e (Des)Igualdades

Educação e (Des)Igualdades

Código 13395
Ano 1
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(30H)
Área Científica Sociologia
Tipo de ensino Presencial.
Estágios Não aplicável.
Objectivos de Aprendizagem Objetivos
- Aprofundar o debate teórico e conceptual em torno da educação e das (des)igualdades sociais;
- Aprofundar o conhecimento sobre o processo de democratização da educação em Portugal tendo em conta a sua trajetória histórica recente e as especificidades do caso português;
- Compreender e analisar os dilemas e desafios da educação em Portugal numa perspetiva comparada;
- Analisar e discutir a importância da articulação das políticas públicas (ao nível macro, meso e micro), e dos seus vários agentes individuais e coletivos (estado, escolas, autarquias, famílias, professores, alunos, e comunidade em geral) com impacto na educação.

No final da Unidade Curricular o estudante deve ser capaz de:
- Analisar e problematizar a relação entre educação e sociedade nas suas várias vertentes, em especial no que toca à questão das des(igualdades) sociais;
- Discutir e analisar a democratização da educação no nosso país na perspetiva da sua dinâmica interna e, nomeadamente, no contexto europeu;
- Analisar e saber discutir numa perspetiva integrada as políticas públicas e as micropolíticas na sua relação com os diversos atores sociais implicados na educação;
- Mobilizar conceitos e perspetivas teóricas para analisar e debater criticamente temas, problemas, projetos, casos, trajetos individuais de exclusão e vulnerabilidade social e trajetos de contratendência;
- Revelar autonomia e competências analíticas no debate sobre questões relacionadas com a educação.
Conteúdos programáticos 1 – O debate em torno da educação e das (des)igualdades sociais na europa e no mundo.
2- Perspetivas teóricas, autores e conceitos.
3- O processo de democratização da educação em Portugal: obstáculos e desafios.
4- Políticas públicas e atores individuais e coletivos.
5- Análise de casos (percursos, escolas, instituições, projetos).
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação Actividades de Ensino-Aprendizagem e Metodologias Pedagógicas
-Exposição de conteúdos seguido de debate;
- Análise colectiva de textos;
- Trabalhos individuais e em pequeno grupo e sua apresentação no contexto das aulas;
- Análise de casos práticos;
- Tutorias
Métodos e Critérios de Avaliação
1. Ensaio individual sobre uma temática do programa- 50%;
2. Trabalho de grupo e sua apresentação oral- 40%;
3. Participação- 10%.
Bibliografia principal - Costa, António Firmino da et al. (orgs.), (2014), Percursos de Estudantes no Ensino Superior. Fatores e Processos de Sucesso e Insucesso, Lisboa, Editora Mundos Sociais.
- Lahire, Bernard (2008), Sucesso Escolar nos Meios Populares. As razões do improvável. São Paulo: Editora Ática.
- Magano, Olga (2014), “Acesso e sucesso educativo (122-126)”, Tracejar Vidas “Normais”. Estudo Qualitativo sobre a Integração dos Ciganos em Portugal, Lisboa, Editora Mundos Sociais.
- Nash, R. (1990), Bourdieu on Education and Social and Cultural Reproduction. British Journal of Sociology of Education, 11 (4), 431-447.
- Roldão, Cristina (2012), “O Olhar Bourdiano Sobre os Trajetos Escolares de Contratendência”, VII Congresso Português de Sociologia, Universidade do Porto.
- Room, G. & Britton, N (2006), The dynamics of social exclusion. International Journal of Social Welfare, 15, 280-289.
- Seabra, Teresa (2009), "Apresentação - Educação das Crianças e Jovens: Interacção entre Contextos e Actores", A Escola. Redescobrí-la e Recriá-la - da creche à universidade, Revista Trajectos, 13-14, 105-106.
- Sebastião, João et al. (1994), Renunciar à Escola. O abandono escolar no ensino Básico, Lisboa, Fim de Século.
- Sérgio Grácio et al. (1982), Sociologia da Educação II – A Construção Social das Práticas Educativas, Lisboa, Horizonte.
- Sullivan, A. (2002), Bourdieu and education: How useful is Bourdieu’s theory for researchers?. The Netherland’s Journal of Social Sciences, 38 (2), 144-166.
- Van Zanten, A. (2005), New Modes of Reproducing Social Inequality in Education: the changing role of parents, teachers, schools and educational policies. European Educational Research Journal, 4 (3), 155-169.
- Vieira, Maria Manuel et al. (2012), ”Escolhas Escolares e Modalidades de Sucesso no Ensino Secundário. Percursos e temporalidades”, Sociologia, Problemas e Práticas, 70, 45-70.
Língua Português
Data da última atualização: 2019-12-09
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.