Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. MedBytes conquista primeira edição do Hack the Brain

MedBytes conquista primeira edição do Hack the Brain

  15 de novembro de 2018  

Img:

UBImedical recebeu concurso de ideias de negócio na área da saúde.

A equipa MedBytes saiu vencedora do Hack the Brain, organizado por três entidades da Universidade da Beira Interior (UBI). MedUBI – Núcleo de Estudantes de Medicina da Universidade da Beira Interior (UBI), NINF – Núcleo de Informática da UBI e UBImedical promoveram o concurso que teve como objetivo encontrar ideias de negócios na área da saúde. O concurso teve lugar durante dois dias – 10 e 11 de novembro – nas instalações do UBImedical.

Neste hackathon dedicado à área da saúde, estiveram presentes estudantes de informática, medicina, gestão, economia, ciências biomédicas, bioengenharia, entre outros, para o desenvolvimento de um projeto numa maratona de 36 horas, cujo objetivo era oferecer uma solução inovadora para um dos temas propostos pela SPMS – Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, designadamente a interoperabilidade, a centralidade no paciente e a inteligência artificial.

Com sete equipas presentes, os estudantes tiveram o apoio de mentores de várias áreas do conhecimento, que os ajudaram a aprimorar a sua ideia e a criar o melhor pitch, o qual teve lugar na tarde de domingo, na forma de Pitch Competition, perante um júri composto pela vereadora da Câmara Municipal do Fundão, Alcina Cerdeira, o representante da Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), Duarte Sequeira, o diretor do UBImedical, Manuel Lemos, e o docente da Engenharia Informática, Nuno Garcia. A equipa vencedora, MedBytes, foi premiada com 500€ (Prémio Município do Fundão) e mentoria UBImedical.

A equipa concorrendo com uma solução informática para otimização dos fluxos de doentes nos serviços hospitalares, constituída por três alunos de Medicina (Mikael Xufre, João Fiuza, Joana Monteiro) e um aluno de Engenharia Informática (Daniel Silva), ganha assim apoio e incentivo para continuar a trabalhar na sua ideia.

Em segundo lugar ficou a equipa MountainCare – Health Care Solutions, constituída por dois alunos de Engenharia Informática (Vasco Lopes e José Manteigueiro), uma aluna do Mestrado em Gestão de Unidades de Saúde (Margarida Garcia) e uma estudante de Medicina (Valéria Garcia). Defenderam uma aplicação que efetua análise de padrões nas redes sociais e estabelece correlações com a saúde mental do indivíduo. Esta equipa foi premiada com mentoria da BGI – Building Global Innovators, parceiro do UBImedical, e vai assim ter apoio em termos de aceleração e internacionalização, para continuar o desenvolvimento da sua ideia.

As restantes equipas dedicaram-se a desenvolver algoritmos para apoio à decisão clínica (FYL), aplicações para efetuar o matching entre cliente e prestadores de cuidados de saúde (PROVIDE.ME), um kit compreendendo um sistema móvel de interoperabilidade e comunicação de dispositivos médicos de monitorização da condição do paciente (WEBMED), aplicação para dispositivos móveis que dê feedback ao doente e seus familiares do progresso do internamento hospitalar (MIRACLE WORKERS), bem como uma aplicação e dispositivo médico para monitorizar doenças imunológicas (ADID).

Para o UBImedical “esta primeira edição do Hack the Brain foi um sucesso, chamando a atenção para o forte potencial da UBI em áreas de fronteira, cruzando a saúde com a tecnologia”, estando já em preparação a segunda edição.

 

 

 

Partilhar

Data da última atualização: 2018-11-15
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.