Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. LabExpoRad apresenta estudo sobre radão na Guarda em Congresso da Fundação Portuguesa do Pulmão

LabExpoRad apresenta estudo sobre radão na Guarda em Congresso da Fundação Portuguesa do Pulmão

  30 de janeiro de 2019  

Img:

O trabalho, integrado no Painel "Ambiente e Saúde Respiratória", foi bem recebido e elogiado pela assistência do evento dedicado a temas como cancro do pulmão e a doença pulmonar obstrutiva crónica.

Uma equipa de investigadores do LabExpoRad, laboratório sediado no UBImedical, apresentou no IX Congresso da Fundação Portuguesa do Pulmão as conclusões de um estudo sobre os efeitos da exposição ambiental ao radão, um gás radioativo, reconhecido como agente carcinogénico e apontado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como a segunda causa de cancro de pulmão, depois do fumo do tabaco.
 
Os resultados obtidos num trabalho de investigação realizado na região da Guarda, caracterizada, em alguns locais, pela predominância de diversos tipos de granitos uraníferos, foram elogiados pela assistência, constituída maioritariamente por médicos pneumologistas, revelando a importância multidisciplinar deste estudo que está a ser desenvolvido por elementos da Universidade da Beira Interior (UBI).

No âmbito do trabalho, foi realizado um estudo dosimétrico populacional, designado por “Projeto SOS Radão Guarda”, onde foram determinadas as concentrações médias de radão e efetuado o posterior cálculo da dose anual efetiva a que a população estudada está sujeita, devido apenas ao radão habitacional. Este estudo revelou-se importante do ponto de vista exploratório e introdutório, alertando para a necessidade de repetir leituras e compreender melhor a relação entre as concentrações de radão habitacional e a incidência de determinadas patologias respiratórias.

Esta apresentação abriu assim novas possibilidades de estudos e colaborações futuras, que terão como objetivo juntar mais dados que sirvam para proteger a saúde das populações.

No IX Congresso da Fundação Portuguesa do Pulmão, que teve lugar nos dias 24 e 25, as problemáticas centrais do congresso foram o cancro do pulmão e a doença pulmonar obstrutiva crónica.

Foram convidados a integrar o painel “Ambiente e Saúde Respiratória”, Sandra Soares, docente do Departamento de Física da UBI, investigadora do Laboratório de Instrumentação em Física Experimental de Partículas (LIP-Lisboa)  e coordenadora do LabExpoRad, que falou sobre “Radioatividade natural associada ao radão". Alina Louro (colaboradora do LabExpoRad e do LIP) apresentou o tema “Riscos para a Saúde da exposição ambiental ao radão”, e José Manuel Silva (médico Pneumologista no Hospital de Sousa Martins – Guarda e colaborador do LabExpoRad) abordou o tema "Projeto SOS Radão".

O LabExpoRad - Laboratório de Estudos dos Efeitos do Radão tem como principal objetivo o estudo dos diferentes aspetos da exposição da população ao radão e dos riscos daí decorrentes para a saúde, uma missão altamente relevante, considerando vários estudos epidemiológicos realizados em países europeus e norte-americanos.
As conclusões que têm sido obtidas revelam que a exposição prolongada ao radão habitacional, mais concretamente às partículas alfa descendentes do radão (mediadoras das lesões provocadas pelo radão), é responsável por um número significativo de casos de cancro de pulmão.

Mais informação
LabExpoRad

Partilhar

Data da última atualização: 2019-01-30
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.