Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. UBI recebe a apresentação do livro “Portugal - Estratégia de desenvolvimento para os próximos 35 anos”

UBI recebe a apresentação do livro “Portugal - Estratégia de desenvolvimento para os próximos 35 anos”

  15 de junho de 2021  

Img:

O trabalho é da autoria de Felisberto Marques Reigado, antigo Professor Catedrático da UBI.

Felisberto Marques Reigado, antigo Professor Catedrático da Universidade da Beira Interior (UBI), regressa à instituição para apresentar o livro “Portugal - Estratégia de desenvolvimento para os próximos 35 anos”. A sessão realiza-se no dia 17 de junho (quinta-feira), às 15h00, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (Anfiteatro 7.20).

O autor, que lecionou na UBI na área de Economia, pretende com o trabalho “revitalizar o espaço público de debate”, que considera “desde há muito severamente encolhido, sobre grandes linhas relevantes para o nosso futuro comum”. Em causa estão as preocupações em torno dos “desafios societais com que se confronta a realidade nacional e internacional e pelo diagnóstico das suas tendências”.

Felisberto Marques Reigado faz uma análise das crises, em geral, e de Portugal em particular, das medidas para ultrapassar as crises e, também, da elaboração de uma estratégia de desenvolvimento de longo prazo para o país. “Prazo suficientemente longo (30 a 35 anos) para reestruturar os sectores como a educação, a saúde, a justiça, as forças armadas e naturalmente, a economia”, refere.

Os princípios fundamentais que enformam a reflexão e a estratégia de desenvolvimento apresentada pelo autor apontam para a ideia que “o desenvolvimento faz-se com o Homem e para o Homem; o desenvolvimento não se confunde com o crescimento económico – embora o não dispense; o desenvolvimento deve abranger todos os sectores da sociedade: Educação, Saúde, Segurança, Logística, Ética Relacional, vertical e horizontal”. Reforça, ainda que seja necessário “haver ética, de forma a fazer avançar o país”.

O livro organiza-se em duas grandes partes. A primeira, de natureza conceptual, onde se debate questões de base teórica e se apresenta os traços gerais da estratégia de desenvolvimento. A segunda assume uma preocupação mais operativa. Moldada pela perspetiva territorial, nela se discute questões como as relações transcontinentais; relações transnacionais dentro da Europa com especial relevo para a UE, e para Península Ibérica (relações com Espanha) e para os países de Língua portuguesa (CPLPs). Debatida esta envolvente externa, a proposta foca-se na dimensão nacional, reequacionando questões históricas e críticas permanecentes, em particular, as relações entre o continente e as regiões autónomas dos Açores e da Madeira e entre as regiões mais desenvolvidas (o litoral) e as regiões menos desenvolvidas (o interior).

Felisberto Marques Reigado licenciou-se pela Universidade de Amesterdão (Países Baixos), onde também lecionou. A partir de 1974 desenvolve uma carreira docente em Portugal, tendo sido assistente no ISCSP, ISE/UTL e ISCTE. Na UBI, foi professor auxiliar, associado e catedrático, tendo ainda dirigido o Centro de Estudos de Desenvolvimento Regional.

Enquanto especialista nas áreas do planeamento e do desenvolvimento, coordenou trabalhos na área de desenvolvimento regional (como o Programa de Desenvolvimento da Cova da Beira, o Estudo de Desenvolvimento Transfronteiriço da Raia), e coordenou e foi coautor dos Planos Diretores Municipais de Vila Velha de Ródão e de Figueira de Castelo Rodrigo, entre outros.

Partilhar

Data da última atualização: 2021-06-15
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.