Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. UBI mantém valor das propinas em 2021/2022

UBI mantém valor das propinas em 2021/2022

  19 de julho de 2021  

Img:

A decisão foi aprovada na reunião do Conselho Geral de 16 de julho e abrange todos os ciclos de estudos.

A Universidade da Beira Interior (UBI) vai manter no próximo ano letivo o valor das propinas praticado em 2020/2021. A proposta da Reitoria, no sentido de não mexer nos montantes a pagar pelos alunos, abrange os vários ciclos de estudos a funcionar na academia e foi aprovada na reunião do Conselho Geral (CG) realizada no dia 16 de julho.

De acordo com a decisão, a propina dos cursos de 1.º Ciclo/Licenciatura e Mestrado Integrado está fixada em 697,00€ e dos 2.º Ciclo/Mestrado em 1.037,20€. Para o 3.º Ciclo/Doutoramento há dois valores: 2.000€ para as faculdades de Ciências, Engenharia e Ciências da Saúde; e 1.625€ nas faculdades de Ciências Sociais e Humanas e Artes e Letras.

Quanto aos Estudantes Internacionais, a propina mantém-se nos 5.000€ para o 1.º ciclo e Mestrado Integrado, com uma redução de aproximadamente 2.000€ para estudantes de Países da CPLP, e 1.500€ nas formações de 2.º Ciclo.  

Ainda na mesma reunião do CG foi apresentada a situação da UBI em rankings que analisam a prestação de instituições de Ensino Superior de todo o mundo, por José Páscoa, Vice-Reitor com a área da Internacionalização. A intervenção deu a conhecer aos Conselheiros Gerais a posição da academia no mais recente estudo feito com a chancela do Times Higher Education, nomeadamente, o dedicado às universidades fundadas há menos de 50 anos, e de que forma a UBI pode melhorar a sua prestação. Há cinco anos consecutivos que a UBI está em destaque neste ranking.

A agenda da reunião incluía um ponto dedicado a Comissões. O presidente do CG, Hugo Carvalho, considerou ser necessário avançar, a breve prazo, com as comissões relacionadas com “Assuntos Institucionais”; “Assuntos Financeiros”; e “Assuntos para a Inserção da Região e o Desenvolvimento do País” e foi aprovada a criação de uma nova, dedicada à Transição Digital e Energética. Ficou ainda decidido criar um Grupo de Trabalho para revisão do regimento do CG-UBI, que integra representantes dos grupos Docentes e Investigadores; estudantes; e pessoal Não-docente e Não Investigador.  

No ponto “Outros Assuntos”, o Reitor da UBI, Mário Raposo, deu conta do falecimento recente do docente do Departamento de Ciência e Tecnologias Têxteis, José Mendes Lucas; do desenvolvimento da UNITA – Universitas Montium; e da intervenção para reabilitação prevista para a Residência n.º 1.

O representante dos funcionários, Adriano Raposo, propôs um voto de pesar pelo falecimento Mário Diogo, diplomado e funcionário da UBI, que também integrou o Senado da academia. O voto foi aprovado por unanimidade pelo CG.

Partilhar

  •   UBI
  •   CG
Data da última atualização: 2021-07-19
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.