Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. FCS-UBI promove curso sobre dispositivo inovador de cirurgia

FCS-UBI promove curso sobre dispositivo inovador de cirurgia

  07 de abril de 2022  

Img:

Os interessados podem visitar o Centro de Simulação Cirúrgica da Faculdade de Ciências da Saúde para conhecer o robô Da Vinci, até 8 de abril.

A Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior (FCS-UBI) está a dar a oportunidade a profissionais de saúde e estudantes de experimentarem e conhecerem um equipamento tecnológico que eleva os cuidados de saúde a um patamar de grande qualidade.

Até à próxima sexta-feira, dia 8 de abril, os elementos envolvidos no Curso de Cirurgia Robótica vão dar formação individualizada a 36 pessoas que vieram de todo o país, incluindo ilhas, e estão disponíveis para receber a visita de alunos interessados em conhecer o Da Vinci.

O equipamento cedido para o curso pela empresa “Excelência Robótica” introduz um novo universo nas intervenções cirúrgicas: segurança para o doente, maior eficácia na operação e um período recuperação mais reduzido.

Foi com o objetivo de preparar profissionais para a introdução desta tecnologia que a FCS-UBI promoveu a formação, cumprindo o objetivo de dar a conhecer as mais recentes evoluções na área da saúde.

“É uma formação com impacto, porque entendemos que isto é algo inovador, não só na cirurgia geral, mas em especialidades como a urologia, a ginecologia, a cirurgia torácica e a cirurgia pediátrica”, explica Mário Rui Gonçalves, responsável pelo CUBI - Centro de Simulação Cirúrgica da FCS-UBI, diretamente envolvido na organização da iniciativa.

Na Covilhã é possível conhecer os três componentes principais do sistema, que são a consola do cirurgião, o carrinho do paciente (com quatro braços robóticos) e a torre de visão. Está ainda disponível um simulador virtual acoplado, que permite aos participantes ter uma introdução aos comandos da máquina.

Os 36 participantes estão a experimentar o equipamento ao longo de aproximadamente duas horas e de forma individualizada. Ao mesmo tempo, os técnicos da empresa parceira recebem toda a comunidade, estudantil ou outra, que queira conhecer o dispositivo.

“Estamos a desempenhar o papel de alertar os estudantes e abrir-lhes os horizontes para uma área que pode não despertar tanto interesse num determinado momento da sua carreira académica. Ao verem que as antigas especialidades cirúrgicas estão cada vez mais ligadas à tecnologia, podem começar a desenhar o seu percurso com ligação à robótica, com a característica de tecnologia ligada ao tratamento cirúrgico dos doentes”, salienta Mário Rui Gonçalves.

Além da possível mudança de mentalidade dos estudantes, a FCS-UBI está também a divulgar uma técnica que terá grande impacto nos próximos anos, acrescenta o docente da Faculdade de Ciências da Saúde, lembrando que “Portugal está ligeiramente atrás da União Europeia e dos Estados Unidos”, em relação à cirurgia robótica. “Também queremos incentivar, despertar a opinião pública e as autoridades para o investimento que é necessário fazer, para bem dos nossos doentes”, diz.

O Curso Robotic Touch teve o apoio da Excelência Robótica, com a presença de Eugénio Vicente a acompanhar os participantes e a explicar todas as funcionalidades do equipamento.

Ao longo das sessões e visitas, vai dando conta de algumas das muitas vantagens da mais recente versão do Da Vinci. “Não dispensa a equipa cirúrgica, mas permite mais fiabilidade e precisão dos movimentos, trabalhar com quatro braços mecânicos, reduzir as perdas de sangue, melhorar o tratamento dos tecidos, diminuir o tempo de recuperação pós-operatória e o cansaço do cirurgião, que muitas vezes tem de fazer várias intervenções por dia”, enumera Eugénio Vicente.

Partilhar

Data da última atualização: 2022-04-07
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.