Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. Comissão para a Igualdade com composição completa

Comissão para a Igualdade com composição completa

  12 de abril de 2022  

Img:

A entidade da UBI vai ser presidida por Sónia Sá e tem Abílio Silva como vice-presidente.

Os novos membros da Comissão para a Igualdade da Universidade da Beira Interior (CI-UBI) estão em funções depois da tomada de posse dos membros cooptados, que teve lugar no dia 8 de abril. 

Na mesma reunião, Sónia Sá, docente da Faculdade de Artes e Letras da UBI, foi eleita presidente da CI-UBI, e Abílio Silva (Faculdade de Engenharia), vice-presidente. 

Com a presença do Reitor da UBI, Mário Raposo, tomaram posse os docentes Silvério Simões Rosa (Faculdade de Ciências), Luís Carlos Carvalho Pires (Faculdade de Engenharia), Pedro Miguel Ramos Marques da Silva (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas), José Ricardo Pinto Carvalheiro (Faculdade de Artes e Letras), Pedro Augusto Gomes Rodrigues Marques Simões (Faculdade de Ciências da Saúde) e, pelo Pessoal Não Docente, Elisabete Maria Raposo Saraiva Ramos. 

No final de março, no dia 29, tinham assumido funções as representantes nomeadas pelas cinco faculdades: Sandra Soares (Faculdade de Ciências), Marisa Almeida (Faculdade de Engenharia), Paula Carvalho (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas), Catarina Moura (Faculdade de Artes e Letras) e Ana Paula Duarte (Faculdade de Ciências da Saúde). 

Fazem ainda parte da CI-UBI Ricardo Nora, como presidente da Associação Académica da UBI, Abílio Silva e Sónia de Sá (dois docentes indigitados pelo Reitor) e Pedro Serrão (como membro do pessoal não docente indicado também pelo Reitor). 

A Comissão para a Igualdade é um órgão consultivo, que tem como objetivo promover e garantir a igualdade de oportunidades nas atividades laborais, de ensino e de investigação, e no domínio das políticas da Universidade da Beira Interior. 

Em especial, compete-lhe proteger e garantir a dignidade e a integridade da pessoa humana nas atividades laborais, de ensino e investigação, nomeadamente, no que se refere à não discriminação de género, a proteção da parentalidade, da conciliação da vida profissional e familiar de homens e mulheres e ao combate às formas de violência de género. 

A duração do mandato dos seus membros é de dois anos. 

Partilhar

Data da última atualização: 2022-04-12
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.