Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Ciências Biomédicas

Ciências Biomédicas

1º Ciclo     Departamento de Ciências Médicas

Ano:
Plano de Estudos/Ramos   Ciências Biomédicas

Concurso Nacional de Acesso  

Provas de Ingresso

Uma das seguintes provas:
02 Biologia e Geologia;
07 Física e Química;
16 Matemática.

Vagas 55 (2019)
Nota Mínima (0-200) Provas de ingresso: 95
Candidatura: 100
Nota do Último Colocado 131.9 (1.ª fase)
Cálculo da Nota de Acesso Média do ensino secundário: 65%
Provas de ingresso: 35%

Sobre

Objetivos Gerais Os principais objetivos deste curso são:

- Oferecer uma formação interdisciplinar de excelência que integre e aplique os princípios básicos da Física, Química, Biologia e métodos de Engenharia na compreensão e resolução de questões atuais no âmbito da Saúde.

- Dotar os licenciados com competências nas áreas das ciências e tecnologias biomédicas, que lhes permitam a inserção no mercado de trabalho ou o ingresso num 2º ciclo de estudos em Ciências Biomédicas ou áreas afins.

- Formar profissionais aptos a integrar equipas multidisciplinares, capazes de fazer a interface entre a Biomedicina, a Física, a Química e a Engenharia.
Competências Competências Gerais

- Compreender e aplicar conhecimentos das áreas da Biologia, Química, Física e Engenharia na resolução de problemas científicos e tecnológicos.
- Conhecer os fundamentos da investigação científica em Ciências Biomédicas e interpretar a informação daí resultante.
- Ser capaz de procurar informação adequada e atualizada nas áreas científicas e tecnológicas.
- Executar e compreender protocolos experimentais.
- Redigir, interpretar e apresentar resultados experimentais.
- Desenvolver e demonstrar pensamento crítico.
- Conhecer e aplicar os princípios éticos inerentes à sua formação e atividade.
- Agir com elevado grau de autonomia, rigor e de respeito pelos pares.
- Estabelecer relações interpessoais e trabalhar numa equipa multidisciplinar.
- Ser capaz de se adaptar a novas situações pessoais e socio-culturais.
- Desenvolver competências de gestão na organização e planificação de tarefas, de liderança e espírito empreendedor.

Competências específicas em investigação e desenvolvimento em contexto académico, empresarial e clínico

- Integrar equipas multidisciplinares envolvidas em projetos de investigação básica e translacional, de desenvolvimento tecnológico e consultadoria.
- Aplicar os conhecimentos de anatomia, histologia e fisiologia adquiridos no contexto dos sistemas locomotor, cardio-circulatório, respiratório, endócrino, nervoso, imunitário, digestivo, urinário e reprodutor na resolução de problemas práticos.
- Participar em atividades de investigação científica e executar técnicas laboratoriais fundamentais para as Ciências Biomédicas.
- Manipular amostras biológicas de origens diversas e produtos químicos de acordo com as regras de segurança e boas práticas laboratoriais, mostrando respeito por si, pelos outros e pelo ambiente.
- Interpretar documentos científicos nas principais áreas científicas da licenciatura.
- Participar em processos de selecção, aquisição, monitorização e manutenção de equipamentos de diagnóstico e terapêutica.
- Usar componentes eletrónicos e compreender a sua aplicação em biomedicina.
- Compreender o modo de funcionamento de equipamentos biomédicos e usar instrumentação médica.
- Ser capaz de usar e desenvolver aplicações informáticas com aplicação nas Ciências Biomédicas.
Saídas Profissionais A formação multidisciplinar dos licenciados em Ciências Biomédicas é uma mais-valia para a sua inserção em vários domínios do mercado de trabalho, quer seja académico, empresarial ou de investigação básica ou de translação. Desta ampla variedade de saídas profissionais, destacam-se: o desenvolvimento de investigação científica nas áreas multidisciplinares das ciências e tecnologias biomédicas, em meio laboratorial e/ou empresarial, procurando respostas para os atuais problemas das Ciências da Saúde, participação em processos de certificação de equipamentos biomédicos, desenho e conceção de novos equipamentos utilizados em Biomedicina, assistência técnica e apoio comercial, manutenção de equipamentos e participação em transferência de tecnologia.
A sua atividade poderá ser exercida em Laboratórios (públicos e privados), Centros e Institutos de Investigação e Desenvolvimento, Empresas de Instrumentação Médica, Empresas Farmacêuticas, Empresas de Biotecnologia, Centros Médicos e Hospitalares, Universidades e outras instituições de ensino.
Infraestruturas A licenciatura em Ciências Biomédicas resulta da colaboração entre os departamentos de Ciências Médicas, Química, Física e Engenharia Eletromecânica. A Faculdade de Ciências da Saúde, a que pertence o departamento de Ciências Médicas, em conjunto com as suas instalações na “Fábrica do Moço” no Pólo I da UBI, possui várias salas de aula, de tutoria e de autoaprendizagem. Possui também vários laboratórios de ensino e de investigação, incluindo os pertencentes ao Centro de Investigação em Ciências da Saúde, explorando a interação e complementaridade entre a Biomedicina, a Engenharia e a Física.
Os departamentos de Química, Física e Engenharia Eletromecânica dispõem de diversos laboratórios muito bem equipados, não só com os equipamentos utilizados nas atividades de ensino, mas também com diversos protótipos desenvolvidos nas atividades de investigação e desenvolvimento, obedecendo a todos os requisitos para que se possa oferecer um ensino graduado e pós-graduado de excelência.
Normas e Regulamentos Regulamentação UBI

Departamento de Ciências Médicas

Avenida Infante D. Henrique
6200-506 Covilhã
275 329 002
275 329 003
5003

Responsáveis

 [Ficheiro Local]
Diretor/a de Curso
Ana Mafalda Loureiro Fonseca
 [Ficheiro Local]
Coordenador de Mobilidade
Carla Sofia Pais Fonseca

Comissões

Comissão Científica
Ana Mafalda Loureiro Fonseca
Liliana Inácio Bernardino
Carla Sofia Pais Fonseca
Ilídio Joaquim Sobreira Correia
Jorge Manuel Maia Pereira
Ana Isabel Antunes Dias Rodrigues Gouveia
António Eduardo Vitória do Espírito Santo

Comissão de Coordenação Pedagógica
Ana Mafalda Loureiro Fonseca
Coordenadores Ano
Ilídio Joaquim Sobreira Correia (1º)
António Eduardo Vitória do Espírito Santo (2º)
Carla Sofia Pais Fonseca (3º)
Delegados Ano
Diana Lopes de Oliveira (1º)
Francisca Borges Dias Monteiro da Silva (2º)
Francisca Roios da Costa Leite (3º)

Comissão de Creditação
Ana Mafalda Loureiro Fonseca
Carla Sofia Pais Fonseca
Luís Maia Amoreira
António Eduardo Vitória do Espírito Santo
Nota: A informação contida nesta página não dispensa a consulta dos documentos oficiais.
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.