Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Bioquímica

Bioquímica

3º Ciclo     Departamento de Química

Plano de Estudos/Ramos   Bioquímica
Código DGES
5109
Área CNAEF 421 | Portaria n.º 256/2005
Publicação em Diário da República Despacho n.º 16158/2013 - DR 2.ª série, n.º 241, 12 dezembro
Avaliação/Acreditação/Registo Acreditação A3ES
Registo DGES R/A-Ef 1276/2011, 18-03-2011
Regime de Funcionamento Diurno
ECTS 180

Regime Geral de Acesso  

Requisitos de Admissão a) Titulares de grau de Mestre ou equivalente legal, concedido por instituições do ensino superior portuguesas ou estrangeiras, legalmente reconhecidas;
b) Titulares de grau de Licenciado com um número de unidades curriculares que possam ser equivalentes a pelo menos 240 créditos;
c) Titulares de grau de licenciado, detentores de um currículo escolar ou científico especialmente relevante que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pela Comissão Científica do curso e, por proposta desta, sejam aprovados pelo Conselho Científico;
d) Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pela Comissão Científica do curso e, por proposta desta, sejam aprovados pelo Conselho Científico.
É aconselhado pela Comissão de Curso que as habilitações académicas dos candidatos sejam nas áreas da Bioquímica, Química, Ciências da Saúde ou Ciências Biológicas.
Vagas 15 (2017)
Critérios de Seleção e Seriação Bioquímica 2017
Mais informações para candidatos

Sobre

Objetivos Gerais O Doutoramento em Bioquímica tem como principais objetivos conferir aos doutorandos competências e aptidões avançadas de investigação em Bioquímica de modo a que fiquem capacitados para conceber, realizar e avaliar projetos de investigação científica, de modo autónomo, nesta área científica, respeitando padrões académicos de qualidade, integridade e ética.
Este programa de doutoramento pretende contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico nacional e internacional, através da formação avançada e especializada de recursos humanos na área de Bioquímica, com competências que permitem a sua inserção no atual mercado de trabalho em carreiras de investigação, ensino ou no setor da indústria.
Competências No final do curso o estudante deve ser capaz de:
-Demonstrar capacidade de compreensão sistemática num ramo de conhecimento ou numa especialidade da Bioquímica;
-Demonstrar competências, aptidões e métodos de investigação associados à Bioquímica, nas suas várias vertentes;
-Conceber, projetar, adaptar e realizar de modo independente, trabalhos de investigação na área da Bioquímica respeitando as exigências impostas pelos padrões académicos de qualidade, de ética e de integridade;
-Realizar projetos de investigação originais que contribuam para o alargamento das fronteiras do conhecimento e que mereçam a divulgação internacional em publicações sujeitas a arbitragem científica;
-Analisar criticamente, avaliar, propor e sintetizar ideias novas e complexas;
-Comunicar com os seus pares, a restante comunidade académica e a sociedade em geral sobre a área em que é especializado;
-Promover, numa sociedade baseada no conhecimento, o progresso tecnológico, social ou cultural.
Saídas Profissionais Os Doutorados em Bioquímica, após concluída a sua formação especializada, devem ter a capacidade para continuar a desenvolver, aprofundar e aplicar os conhecimentos adquiridos, quer em empresas, quer em instituições de investigação científica, contribuindo de forma significativa para o desenvolvimento científico e tecnológico.
Estes profissionais podem exercer funções como Docentes e Investigadores da Carreira Universitária, do Ensino Superior Politécnico ou em Centros de Investigação. Podem também desempenhar funções altamente diferenciadas em laboratórios na área das Ciências da Vida e da Saúde, Biotecnologia e áreas afins.
Infraestruturas A investigação científica no âmbito do doutoramento em Bioquímica é realizada principalmente no Centro de Investigação em Ciências da Saúde da UBI (CICS), que é uma Unidade de Investigação e Desenvolvimento interdepartamental financiada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT). O CICS desenvolve estudos de investigação laboratorial, clínica e epidemiológica, numa perspetiva transversal e vertical, em duas grandes áreas: Biotecnologia e Ciências Biomoleculares, e Hormonas e Inflamação. O CICS conta já com um apreciável número de investigadores doutorados, com diferentes áreas de formação, tendo obtido a classificação de Very Good na última avaliação da FCT realizada por um painel internacional de peritos.
Os projetos de investigação em Bioquímica podem também ser realizados nas infra-estruturas e recursos de investigação da Unidade de Materiais Têxteis e Papeleiros e do Departamento de Química.
Normas e Regulamentos Regulamentação UBI

Departamento de Química

Rua Marquês D'Ávila e Bolama
6201-001 Covilhã
275 242 021
1452
275 319 730

Responsáveis

Sem Fotografia
Diretor/a de Curso
Cândida Ascensão Teixeira Tomaz
Sem Fotografia
Coordenador de Mobilidade
Dina Isabel Malheiros Dinis de Mendonça

Comissões

Comissão Científica
Cândida Ascensão Teixeira Tomaz
Fernanda da Conceição Domingues
Ana Cristina Mendes Dias Cabral
António José Geraldes de Mendonça
Ilídio Joaquim Sobreira Correia
Luís António Paulino Passarinha
Fani Pereira de Sousa

Comissão de Creditação
Cândida Ascensão Teixeira Tomaz
António José Geraldes de Mendonça
Ilídio Joaquim Sobreira Correia
Dina Isabel Malheiros Dinis de Mendonça
Nota: A informação contida nesta página não dispensa a consulta dos documentos oficiais. Data da última atualização: 2014-08-07
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.