Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. Academia Júnior de Ciências inicia 5.ª edição

Academia Júnior de Ciências inicia 5.ª edição

  26 de outubro de 2018  

Img:

A atividade criada pela UBI para os melhores estudantes do 12.º ano da região começa esta sexta-feira, com mais três escolas envolvidas.

A Universidade da Beira Interior (UBI) promove, a partir desta sexta-feira, dia 26 de outubro, mais uma edição da Academia Júnior de Ciências (ACJ), que este ano aumenta o número de escolas secundárias participantes. Celorico da Beira, Manteigas e Penamacor são os concelhos de origem dos estabelecimentos de ensino que se juntam a uma atividade que a UBI propõe para os melhores alunos do 12.º ano da região.

Desde a primeira edição que a ACJ abre as portas aos melhores alunos do distrito de Castelo Branco e Guarda para terem uma experiência coletiva sobre o que é uma universidade e o que é um ambiente académico universitário. É também uma oportunidade para os estudantes ganharem conhecimentos práticos que os ajudem a clarificar as escolhas académicas e profissionais futuras, em termos de escolha de áreas de estudo e de cursos.

Esta 5.ª edição prolonga-se até 5 de abril do próximo ano e tem a participação de 26 estudantes, provenientes de oito escolas de nove municípios: Celorico da Beira (Agrupamento de Escolas de Celorico da Beira), Gouveia (AE de Gouveia), Fundão (AE do Fundão), Covilhã (AE Frei Heitor Pinto, Escola Secundária Campos Melo e AE Quinta das Palmeiras), Belmonte (AE Pedro Álvares Cabral), Manteigas (Escola Básica e Secundária de Manteigas) e Penamacor (EBS Ribeiro Sanches). O projeto conta com o apoio das autarquias mais distantes da Covilhã, que disponibilizam o transporte dos alunos para as sessões.

De acordo com Manuel Saraiva, docente da Faculdade de Ciências da UBI e coordenador da atividade desde a primeira edição, a vinda de mais três escolas, relativamente ao ano anterior, “significa que o interesse pela AJC está a aumentar”, algo que considera “muito gratificante”.

Este é o reflexo do sucesso alcançado por uma iniciativa que mobiliza algumas dezenas de docentes e investigadores da UBI, que concretizam um programa que desafia os participantes a aprender mais sobre Matemática, Física, Química e suas aplicações, mas também de áreas da engenharia, entre outras. Além dos projetos que os estudantes podem escolher de acordo com a sua afinidade, a ACJ propõe ainda conferências – abertas a toda a comunidade – visitas de estudo e uma observação astronómica.

“Continuamos a propor projetos bastante diversificados, de modo a que os alunos consigam envolver-se em atividades de natureza distinta, permitindo o seu enriquecimento científico e pessoal. Haverá cinco conferências e uma visita de estudo à Plataforma de Ciência Aberta - Ciência, Tecnologia e Engenharia, de Barca D’Alva”, descreve Manuel Saraiva, salientando que a expetativa de que se cumpram os objetivos é “elevada”.

Hoje, a Sessão de Abertura, está marcada para as 14h30, no Anfiteatro 6.1 (Bloco 6). Segue-se, às 16h00, a conferência com Manuel Fiolhais (Universidade de Coimbra), que tem como título “Dos eletrões às Galáxias, passando pelo Homem”.

A Academia Júnior de Ciências é um das iniciativas que a UBI desenvolve dirigida à comunidade externa da região e até nacional, neste particular para os mais jovens, incentivando o gosto pelo conhecimento.

Ao longo deste ano letivo, a academia permitirá a um elevado número de alunos de níveis de ensino pré-universitário terem contacto com uma instituição de Ensino Superior, conhecerem a Covilhã e a região, ao mesmo tempo que aprendem de forma lúdica. São disso exemplo a Universidade de Inverno e Universidade de Verão, que nos anos anteriores têm sido exemplos de sucesso.

Partilhar

Data da última atualização: 2018-10-26
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.