Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. Novos parceiros reforçam meios do “Programa Ser Solidário”

Novos parceiros reforçam meios do “Programa Ser Solidário”

  29 de janeiro de 2020  

Img:

A UBI estabeleceu protocolos de cooperação institucional no âmbito da responsabilidade social.

O “Programa Ser Solidário” da Universidade da Beira Interior (UBI) estabeleceu um conjunto de protocolos com entidades de âmbito nacional e regional, que vai permitir aumentar a capacidade de resposta às necessidades dos seus estudantes e, ao mesmo tempo, apoiar a comunidade envolvente em ações relacionadas com a responsabilidade social.

A apresentação e assinatura das novas parcerias decorreu no dia 28 janeiro, como parte de uma reunião que juntou as diversas entidades associadas ao programa criado para apoiar os estudantes em situação de fragilidade, de forma a diminuir o abandono e a promover o sucesso escolar.

Entre os novos parceiros está a Câmara Municipal da Covilhã, a Santa Casa da Misericórdia da Covilhã, Cruz Vermelha Portuguesa, ADM Estrela – Associação Social e Desenvolvimento, Fundação Estrela, Coolabora, Happy Wish, AJAS – Associação de Jovens para a Ação Solidária e a empresa Ultriplo.

Os protocolos vão permitir a colaboração da UBI em ações como a recolha de vestuário e brinquedos usados, assegurar o acompanhamento de estudantes da UBI que necessitem de assistência pessoal, encaminhamento de alunos para entidades e serviços adequados a encontrar soluções para os problemas que se verifiquem e aumentar a quantidade de bens alimentares, entre outros. Em termos genéricos, a UBI compromete-se a divulgar as iniciativas dos diversos parceiros e a colaborar no recrutamento de voluntários para as suas ações.

No início da reunião, Anabela Dinis, Vice-Reitora que coordena a área da Responsabilidade Social na UBI, destacou o número de entidades associadas ao “Ser Solidário” presentes no encontro e a importância da ligação criada, que beneficia a academia e a comunidade envolvente: “É um gosto ter tanta gente, de dentro e de fora desta casa. Isto é a prova que a Universidade não está fechada sobre si própria e tem todo o gosto em trabalhar para o mesmo fim, que, neste caso, é contribuirmos para uma sociedade melhor, mais solidária e mais justa”.

Esse é precisamente o mote do “Programa Ser Solidário”, criado em 2018, e que mostra ser um instrumento necessário e congregador de esforços. Desde o arranque, no ano letivo de 2018/2019 e até dezembro do ano passado, já ajudou cerca de 40 pessoas, nas suas várias vertentes.

“O número crescente de candidaturas, de beneficiários e de parceiros do programa evidencia que os seus objetivos estão a ser cumpridos e que o esforço acrescido de solidariedade social teve os seus frutos”, é dito no relatório de atividades.

O “Programa Ser Solidário” é composto pelo Fundo Solidário, que ajudou alunos no pagamento de propinas, alojamento e alimentação; pela Loja Solidária, que distribuiu aos beneficiários bens alimentares, roupa, cabazes de alimentos e produtos de higiene; e o Banco de Solidariedade, que esteve envolvido nas atividades “Engenheiras por um dia”, na seleção e armazenamento de manuais escolares para doar à Guiné-Bissau e na recolha de alimentos para o Banco Alimentar da Cova da Beira.

Partilhar

Data da última atualização: 2020-01-29
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.