Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. FCT financia dois projetos do CICS-UBI para combate à COVID-19

FCT financia dois projetos do CICS-UBI para combate à COVID-19

  22 de abril de 2020  

Img:

O estudo da imunidade na Beira Interior e diagnósticos mais rápidos vão ser estudados, respetivamente, por Miguel Castelo Branco e Carla Cruz, docentes da Faculdade de Ciências da Saúde.

Dois projetos do Centro de Investigação em Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior (CICS-UBI) vão estudar a imunidade de grupo e métodos de diagnóstico mais rápido da SARS-CoV-2. Vão ser financiados no âmbito do fundo de apoio Research4COVID-19, criado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), em colaboração com a Agência de Investigação Clínica e Inovação Biomédica (AICIB).

O projeto CheckImmune, liderado por Miguel Castelo Branco, fará um estudo transversal para avaliação da imunidade de grupo na Beira Interior (distritos de Castelo Branco e Guarda), recorrendo a dois métodos (IgG e IgM específicos): ELISA e Imunocromatográfico, permitindo adicionalmente definir a opção mais eficiente (custo-benefício). Os dados permitirão o estudo e controlo de doentes, grupos de risco e população geral para regresso à vida ativa e preparação do inverno 2020-2021. Este trabalho recebeu um financiamento de 28.750€.

“Track and trace COVID-19” é a designação do projeto de Carla Cruz, que obteve um financiamento de 28.700€. Pretende desenvolver um método de diagnóstico rápido para a deteção do SARS-CoV-2, que possa funcionar como uma alternativa mais rápida e eficaz aos clássicos métodos de PCR. Este projeto está ainda em destaque por ter obtido a classificação mais alta entre todos os aprovados no Research4COVID-19.

Espera-se que estes projetos contribuam para dar resposta às necessidades do Serviço Nacional de Saúde, conjuntamente com os restantes 66 aprovados pela FCT, através da linha de financiamento excecional para dar resposta à pandemia da COVID-19. Em termos globais, o apoio ascende a 1,8 milhões de euros.

A FCT recebeu 302 candidaturas, tendo sido financiados 66 projetos, dos quais, 24 são projetos sobre diagnóstico da COVID-19, 11 sobre estudos clínicos e epidemiológicos, 14 sobre prevenção, seis sobre terapêutica e 11 em outras áreas.

Prevê-se a abertura, nos “próximos dias”, de um segundo período para a apresentação de candidaturas. A linha de financiamento pretende mobilizar a capacidade científica e tecnológica existente em Portugal ao serviço do combate ao novo coronavírus, que provoca a doença COVID-19.

Partilhar

Data da última atualização: 2020-04-22
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.