Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Eventos
  3. Seminário do EMaDeS

Seminário do EMaDeS

Evento tem início às 9h30, na sala de reuniões do Departamento de Engenharia Eletromecânica.

  14 de novembro de 2018  

O Seminário do EMaDeS - Energia, Materiais e Desenvolvimento Sustentável decorre esta quarta-feira, dia 14 de novembro, na Faculdade de Engenharia da Universidade da Beira Interior (UBI). Esta iniciativa pretende divulgar, junto da comunidade académica e da sociedade em geral, os progressos científicos que estão a ser alcançados no âmbito deste projeto de investigação e os métodos de trabalho utilizados. Além disso, procura-se também consciencializar para o contributo que esta pesquisa irá dar para melhorar a qualidade de vida da população.

Este evento, que se constitui como um espaço de debate de ideias, é dedicado às várias questões relacionadas com a inovação industrial. Assim sendo, o seminário inicia pelas 9h30, na sala de reuniões do Departamento de Engenharia Eletromecânica, com a comunicação intitulada “Ecossistemas Empreendedores, Inovadores e Sustentáveis (2EIS): Revisão sistemática da literatura”, que será proferida por Sónia de Brito, doutoranda em Engenharia e Gestão Industrial da UBI. Às 10h15, será ministrado por Sónia Vieira, investigadora pós-Doc do EMaDeS, o Workshop interativo sobre ‘Criatividade - Métodos e Técnicas’ com foco na Engenharia e Gestão Industrial.

O evento é organizado pelo grupo de trabalho da “Otimização de Produtos e Inovação Tecnológica Incluindo Recursos Endógenos” (pacote de trabalho WP3) e é o primeiro de um conjunto de seminários do EMaDeS que serão realizados quinzenalmente, até ao término do projeto de investigação.
        
O EMaDeS visa aumentar a investigação científica e a qualificação dos recursos humanos de alto nível nas áreas da Energia, Materiais e Desenvolvimento Sustentável; promover a transferência de tecnologia e melhorar a divulgação e comunicação da ciência. A nível científico procura contribuir para a produção de energia de maneira sustentável e reduzir o seu consumo; desenvolver materiais nano-estruturados, otimizando as suas propriedades no sentido de melhorar o seu desempenho e durabilidade, mesmo sob condições operacionais adversas e reduzir custos e otimizar a produção, tanto em termos de produtos como de processos, dando uma especial atenção à inovação tecnológica e à utilização racional dos recursos naturais, incluindo água e floresta.

O projeto de investigação, cuja dotação orçamental é de 1,4 milhões de euros, está a ser desenvolvido no Centre for Mechanical and Aerospace Science and Technologies (C-MAST), em colaboração com o Fiber Materials and Environmental Technologies (FibEnTech) e LabCom.IFP - Communication, Philosophy and Humanities. O programa, que teve início no ano de 2017 e que se prolonga até 2020, é apoiado por verbas comunitárias inscritas no Portugal 2020.

 

Data última atualização: 2018-11-13

Data da última atualização: 2018-11-13
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.