Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. UBI e Vitalmobile criam prémio para tese na área da e-saúde

UBI e Vitalmobile criam prémio para tese na área da e-saúde

  10 de dezembro de 2019  

Img:

O protocolo que cria o prémio é assinado no dia 11 de dezembro, na Reitoria da UBI, às 11h00.

A Universidade da Beira Interior (UBI) e a Vitalmobile vão estabelecer uma parceria para atribuir um galardão à melhor tese de doutoramento na área da e-saúde. Com a designação de “Prémio VitalMobile – Gonçalo Belo”, vai ter origem num protocolo que é assinado no dia 11 de dezembro (quarta-feira), pelas 11h00, na Reitoria da UBI.

A parceria oficializa uma ligação entre duas instituições que têm dedicado especial atenção ao desenvolvimento de cuidados de saúde tendo por base o acompanhamento através das tecnologias de comunicação.

O tema é central em unidades curriculares de cursos da UBI e têm ainda sido desenvolvidas outras atividades como cursos e a edição do manual “E-saúde – Livro de ensino para estudantes de cursos de ciências da saúde e para profissionais de saúde”, em parceria com a Sociedade Ibérica de Telemedicina e Telesaúde (SITT).

A Vitalmobile, por seu turno, é uma empresa portuguesa que tem desenvolvido uma plataforma própria para telemonitorização de doentes crónicos, desde 2003. O seu foco está em poder oferecer aos doentes, médicos e enfermeiros que os acompanham uma ferramenta que permita uma utilização simples e eficaz para evitar deslocações desnecessárias aos hospitais, quando aqueles padecem de doenças crónicas, passíveis de agudizações e internamentos.

Nos últimos cinco anos, e com muitas centenas de doentes em programas de telemonitorização a operar nos hospitais estatais, pode afirmar-se com segurança que os resultados são muito positivos para o doente, seus familiares e cuidadores e também para as instituições hospitalares, na economia de recursos humanos e financeiros, enquanto ganham doentes mais informados e competentes na gestão da própria doença.

O modelo de telemonitorização implementado pela Vitalmobile com a equipa de Telemonitorização do Hospital de Viana do Castelo é já referência após cinco anos de trabalho efetivo no terreno e está patente na ficha técnica produzida pela SPMS e disponível para consulta. Este trabalho visa acompanhar doentes com DPOC-Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica, que agudizavam com frequência, tendo de recorrer aos serviços hospitalares, urgências e internamentos.

Apesar dos resultados e do entusiasmo de todos os envolvidos há ainda trabalho a fazer no que se refere à implementação a uma escala mais alargada, e este passa também pela academia, onde existem já trabalhos sobre estas temáticas que importa valorizar e divulgar para aumentar a confiança dos profissionais nestas soluções.

Surge assim o protocolo com a UBI, que presta também homenagem a Gonçalo Belo, um dos arquitetos da plataforma, engenheiro de formação e uma personalidade notável, que teve um contributo decisivo para que hoje tantos doentes e profissionais de saúde possam dispor deste serviço de telemonitorização. Falecido em 2017 é agora justamente homenageado na denominação de um prémio que visa incentivar quem como ele trabalha para melhorar a cidadania, concretamente na área da e-saúde.

Mais informação
Contactos: fcs@vitalobile.eu ou gcbranco@ubi.pt

Partilhar

Data da última atualização: 2019-12-10
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.