Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. UBI cria percurso para destacar património da academia com passado industrial

UBI cria percurso para destacar património da academia com passado industrial

  10 de novembro de 2021  

Img:

A Rota CampusLANA foi desenvolvida pelo Museu de Lanifícios e é inaugurada simbolicamente no dia 18 de novembro, no âmbito das comemorações do Dia do Património Académico Europeu.

A Universidade da Beira Interior (UBI) criou um percurso pedestre que vai dar a conhecer o património edificado da academia ligado à tradição industrial da cidade da Covilhã. Designado Rota CampusLANA, foi desenvolvido pelo Museu de Lanifícios e é apresentado na data em que se assinala o Dia do Património Académico Europeu, ao qual a UBI se associa.

Partindo da Parada (antiga Praça Central da Real Fábrica de Panos), essa rota segue o percurso das faculdades-polos-fábricas da UBI, subindo e descendo encostas, percorrendo caminhos e escadas, para terminar com a descida da Reitoria, no convento de Santo António, até à sede do Museu de Lanifícios, na Real Fábrica Veiga.

Dar a conhecer o rico património cultural incorporado na Academia, permitindo um conhecimento que vá além da mera contemplação estética, em direção aos aspetos históricos, geográficos, económicos, sociais, arquitetónicos e outros é o objetivo central da Rota CampusLANA.

O património cultural da UBI está indissociavelmente ligado ao da Covilhã, a chamada “cidade-fábrica”, que deu lugar à cidade-academia que, assim, vive sobre e no seio daquela. Ao longo da sua história, a Covilhã sempre esteve ligada aos lanifícios, aos ofícios e aos produtos da lã (como o indica, aliás, uma certa etimologia do nome da cidade): primeiro com a manufatura, depois com a indústria.

Se algumas das antigas fábricas ainda hoje são visíveis pelas encostas da cidade, seguindo o curso das ribeiras da Goldra e da Carpinteira, outras há que desapareceram ou estão em ruínas e, outras ainda, que se transformaram. Destas, algumas passaram a albergar faculdades da UBI (Ciências, Artes e Letras, Engenharia, Ciências Sociais e Humanas), residências estudantis (Pedro Alvares Cabral), núcleos museológicos (Reais Fábricas e Râmolas de Sol), a que se junta a Reitoria, situada no convento de Santo António, num passado mais remoto ligado aos trabalhos do burel.

São essas estruturas que motivam a Rota CampusLANA que, depois da inauguração simbólica, manter-se-á como uma rota continuada e regular, tendo como destinatários/participantes não só os estudantes e os docentes e investigadores da UBI, mas também toda a população.  

No dia 18 de novembro, o ponto de encontro dos participantes decorre na Parada (antiga Praça Central da Real Fábrica de Panos), às 9h30. Caso as condições climatéricas não o permitam, a caminhada será substituída por uma visita ao Museu e ao campus sob teto (Real Fábrica de Panos, Real Fábrica Veiga). A participação será livre, mas requer inscrição até ao dia 16 de novembro, através de muslan@ubi.pt.

O evento insere-se no Dia do Património Académico Europeu, que tem o objetivo de permitir às Universidades europeias lembrarem e celebrarem o seu património cultural comum, enquanto iniciativa da UNIVERSEUM (European University Heritage Network)

Mais informação
Dia do Património Académico Europeu 

Partilhar

Data da última atualização: 2021-11-10
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.