Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. Comissão de Igualdade da UBI entra em funções

Comissão de Igualdade da UBI entra em funções

  11 de fevereiro de 2019  

Img:

Membros indigitados tomaram posse a 7 de fevereiro.

Os primeiros membros da Comissão de Igualdade da Universidade da Beira Interior (CI-UBI) estão em funções desde quinta-feira, dia 7 de fevereiro. A tomada de posse deu início ao funcionamento desta estrutura criada pela academia para aprofundar e desenvolver ações no domínio da igualdade, abrangendo todas as faculdades e a comunidade da UBI.

A Comissão integra desde já cinco docentes, provenientes e indicados por cada uma das faculdades. São eles Sandra Margarida Pinho da Cruz Bento (Faculdade de Ciências), Maria do Rosário Alves Calado (Faculdade de Engenharia), Catarina Sales Barbas de Oliveira (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas), Ana Catarina dos Santos Pereira (Faculdade de Artes e Letras) e Ana Paula Coelho Duarte (Faculdade de Ciências da Saúde).

A Associação Académica da UBI está representada por Ana Rita Leite Cruz. Fazem ainda parte da CI-UBI três elementos diretamente indigitados pelo Reitor: os docentes Isabel Maria Romano da Cunha e Nuno André Amaral Jerónimo, bem como Mércia Leitão Paiva Cabral Pires, em representação do Pessoal não Docente.

A estes membros caberá a cooptação de outras seis pessoas, de acordo com os seguintes critérios: cinco docentes, provenientes de cada uma das faculdades, de género diferente dos representantes indicados e um membro do pessoal não docente, também de género diferente do indicado.

A CI-UBI é um órgão consultivo independente, que tem como atribuições fazer recomendações no domínio das políticas da UBI em matéria de igualdade de oportunidades, nas atividades laborais, de ensino e de investigação, bem como propor ações de promoção de uma cultura de igualdade dentro e fora da instituição. Compete-lhe proteger e garantir a dignidade e a integridade da pessoa nas atividades laborais, de ensino e de investigação, nomeadamente no que se refere à não discriminação de género, a proteção da parentalidade, da conciliação da vida profissional pessoal e familiar de homens e mulheres e do combate às formas de violência de género.

Durante a tomada de posse, o Reitor da UBI, António Fidalgo, manifestou o desejo de ver “surgir sugestões e instrumentos que coloquem a Universidade em destaque” nas matérias a que se dedicará a Comissão de Igualdade.

Esta é mais uma iniciativa da academia ubiana no que diz respeito às questões da igualdade, nas quais tem um estatuto pioneiro. A experiência de sete anos e o reconhecimento internacional desta iniciativa como uma boa prática, bem como a aposta crescente no domínio da responsabilidade social da UBI, evidenciou a necessidade de aprofundar e desenvolver as ações neste domínio, através da criação da Comissão de Igualdade.

Partilhar

Data da última atualização: 2019-02-11
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.